Geração dos cegos órfãos

Nas últimas semanas, mais do que de costume, venho notando que esta geração está crescendo cega da cabeça. Vivemos numa época globalizada onde tudo está próximo, os grupos sociais se definem facilmente e a tal diversidade, nem é tão diversa assim. Vejo muito nas rodas de conversas, principalmente entre os adolescentes, uma padronização horrenda. Tem dias que gostaria que todos fossemos cegos dos olhos, talvez o mundo seria melhor.

Imagine, se o nosso convívio social fosse feito somente através da audição, escolher relacionar-se com alguém, tenho absoluta certeza, seria infinitamente melhor. Ouvir somente a voz da pessoa, prestar atenção, literalmente, comprar uma idéia. Se, por ventura, isto ocorresse, por pelo menos um mês na vida de todos e depois voltássemos a enxergar, nada em nossa volta seria igual. Estaríamos rodeados de estranhos que nos tocaram de tal forma que, incrivelmente, o significado de valer a pena faria sentido. Entenderíamos que uma palavra é o maior conforto do ser. Às vezes, dá-me a sensação de que há muita gente olhando demais e ouvindo de menos.
Os pais da geração anterior à minha perderam seus filhos para a rua e para o mundo. Perderam os filhos para as drogas. Droga da beleza que são cobrado. Ficaram cego dos ouvidos, já dizia minha vó. Perdemos-nos. Estamos sozinhos assistindo ao mundo sozinho.

Foto 0114

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s